Atriz de Amor Sem Igual revela que foi estuprada por diretor de TV quando mais nova

Um depoimento de abuso de Juliana Lohmann, atualmente a Cindy de Amor Sem Igual, da RecordTV, deu o que falar na internet na última segunda, 29. A acusação é ligada a um diretor.

Em entrevista à Revista Cláudia, Juliana deu um depoimento corajoso onde revelou ter sido estuprada, aos 18 anos, por um diretor famoso de TV. A atriz não dá nomes e diz apenas que ele tinha uma “imagem midiática de família margarina” – quando se enxerga alguém com uma família aparentemente “perfeita”.

“Passamos o texto duas ou três vezes já no fim da tarde. Ele concluiu que a personagem exigia ‘mais loucura’ e me sugeriu que fumássemos maconha pra que a cena fosse relida posteriormente.”, contou a atriz, revelando que esse argumento foi usado pelo diretor para que a cena que passavam ganhasse “novas nuances.”

O abuso aconteceu a partir daí, de acordo com Juliana.

Segundo narra Juliana, o diretor a beijou.

Ele veio me beijar. Eu me assustei, disse que não queria. Foi uma completa surpresa acreditar que aquele homem, com sua boa imagem midiática de família margarina, pudesse se aventurar com outras mulheres. E ainda mais comigo.”, contou ela, afirmando ainda que não sabia o que fazer para se livrar do diretor e já estava “chapada” pela maconha.

Em seu instagram, a atriz também falou sobre:

“Falar sobre o estupro que vivi aos 18 anos e as agressões provenientes de uma relação abusiva de tempos depois é resultado de um processo muito longo de elaboração.”, começa.

Veja a postagem da atriz sobre o estupro sofrido com o diretor:

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar