Caso Rafael Miguel: Foto mostra Paulo Cupertino trabalhando em fazenda

O foragido da Justiça Paulo Cupertino Matias, acusado de matar o ator Rafael Miguel e os pais dele em 2019, passou por ao menos sete municípios após cometer o crime. A última cidade em que a polícia sabe que Cupertino esteve é Eldorado, no Mato Grosso do Sul, onde trabalhou em um sítio. As informações são do G1.

Conforme as investigações, até 27 de outubro, o foragido trabalhou em um curral, onde cuidava do gado de um sitiante. Ele teria passado entre 8 e 15 meses na região. Nessa cidade, Cupertino usou um RG falso com o nome de ‘Manoel Machado da Silva’. Além disso, usava barba branca e comprida e um boné como disfarces.

Segundo um levantamento do G1, após o crime, Cupertino passou por ao menos quatro cidades paulistas: Sorocaba, Águas de São Pedro, outra cidade não informada e Campinas. Depois, foi para Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e Jataizinho, no Paraná.

Até o momento, o foragido não foi localizado. A Polícia Civil de São Paulo suspeita de que o assassino possa ter fugido em um avião ao saber que estava sendo procurado em Eldorado. De acordo com a delegacia da cidade, o dono do sítio, que seria piloto, teria fugido com ele e também é procurado.

Cupertino mudou de visual para despistar a polícia (Crédito:Divulgação/ Polícia Civil)

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar