PM mata namorada de forma cruel durante sequestro no Rio de Janeiro; ‘ele não aceitava o fim do namoro’

O Policial Militar, Janitom Celso Rosa Amorim, de 39 anos, sequestrou a namorada por cerca de duas horas e meia, na cidade de Valença, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, dia 27 de novembro.

A jovem pós graduada em odontologia estava em aula, quando foi chamada por ele e saiu da sala para ver o que ele queria, nesse instante ele a imobilizou e a manteve reclusa dentro de um carro, no estacionamento da Universidade Dom André Arcoverde.

A polícia foi chamada, mas a tentativa de negociação não obteve sucesso; Mayara Pereira de Oliveira Fernandes, de 31 anos, acabou sendo morta pelo PM, seu ex-namorado.

Mayara tinha 31 anos e era estudante de pós-graduação — Foto: Reprodução/Redes sociais

Nas imagens que circulam nas redes sociais o homem aparece com uma arma nas mãos próximo a um veículo branco, veiculo que usou para manter a jovem em seu poder.

Durante a tentativa de negociação, ele dizia que a mataria e tiraria sua vida na sequencia.

Momento em que o homem é imobilizado logo após atirar contra a namorada  — Foto: Reprodução/TV Rio Sul

Após cerca de mais de duas horas, a dentista acabou sendo baleada na boca, chegou a ser socorrida mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O crime deixou funcionários e alunos da faculdade em choque, todos eles ficaram reclusos e desesperados dentro da instituição durante todo o período do sequestro.

Mulheres fazem protesto em frente à delegacia de Valença — Foto: Giovani Rossini/TV Rio Sul

Segundo informações, o PM que cometeu o crime foi imobilizado por policiais logo após o disparo e foi levado algemado, em um carro da polícia, para a delegacia.

Por ser policial militar, ele será transferido ainda nesta sexta-feira para o Batalhão Especial da corporação, que fica em Benfica, no Rio de Janeiro. com https://noticializando.com

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar