Enquanto a mãe dormia, padrasto joga menina de 3 anos na piscina e finge não ver ela se afogar

Uma história complicada tomou conta das redes nesse sábado (28). Um padrasto acabou tirando a vida da filha da companheira após jogá-la insistentemente na piscina. Mas afinal, o que aconteceu?

Aproveitando que a mãe da menina dormia, o padrasto foi com a criança, de 3 anos, para a piscina e jogou ela na água diversas vezes. De acordo com o portal Mirror, a menina não sabia nadar, mas mesmo assim o homem continuou jogando-a na água. Tudo foi registrado pelo circuito de câmeras do hotel onde a família estava, no México. Além disso, em diversos momentos o padrasto agiu com crueldade.

Logo depois de jogar a menina na água novamente, ele segura ela pelos cabelos, mantendo-a submersa. Em outro momento ele joga uma boia para a menina, como se fingisse ajudá-la. Entretanto, ela já estava cansada de se debater para respirar e não consegue pegar a boia. Mesmo percebendo a luta da garota para sobreviver, o homem simplesmente observa a situação, sem tomar qualquer atitude para salvá-la. Mas não é só isso.

As imagens do caso foram avaliadas no julgamento e o homem ainda tentou se defender. Segundo ele, a criança teria morrido do lado de fora da piscina e não dentro. Todavia, a Justiça obviamente não acatou essa desculpa, que é bem descabida. Então, ele foi condenado a mais de 100 anos de prisão e já está no sistema prisional.

com Acontece na Bahia.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar