Padrasto é preso por estuprar as enteadas em Vitorino Freire; mãe era cúmplice e também foi presa

Em Vitorino Freire, a 320 km de São Luís, um casal foi preso suspeito de estupro de vulnerável. Segundo informações do delegado Rildo, ele estuprou suas duas enteadas, de 9 e 11 anos. A mãe era cúmplice do crime e também foi presa.

A polícia informou, ainda, que o homem dava bebida as crianças para a prática do crime.

Elas foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) de Bacabal para a realização do exame de conjunção carnal. Foi detectado que as crianças não eram mais virgens.

De acordo com o delegado, o homem negou o caso: “Ele chegou a relatar que as crianças estavam despidas e que elas queriam tirar a roupa dele. Um absurdo isso, duas crianças menores de 12 anos”, disse o delegado.

A mãe das crianças também negou o caso. “Eu cheguei ver ela sem roupa, mas ele estava vestido. Ele me disse que ela o chamou para ir no quarto e ele pensou que elas estavam vestidas. Elas beberam por conta dela. Eu confio nele. Para mim ela nega e para os outros ela diz que é”, disse a mãe.

Após a prisão, homem foi encaminhado para o presídio de Bacabal. A mãe das crianças foi levada ao Presídio Feminino, em Pedrinhas, em São Luís.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar