Governo exclui presos de prioridade para vacinação contra a Covid-19

O Ministério da Saúde excluiu os presos do grupo prioritário previsto no plano preliminar para a vacinação contra a covid-19 no Brasil. O cronograma deve ser apresentado em breve à população. Após passar por Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, o documento deve passar ainda por uma revisão técnica final antes de ser enviado ao STF.

De acordo com o Uol, antes, os presos integravam a fase 4, depois de profissionais de saúde, idosos e professores, mas já não aparecem na lista divulgada hoje pela pasta.

Na 1ª fase, estão inclusos profissionais da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e instituições psiquiátricas e indígenas. Já a segunda possui pessoas de 60 a 74 anos. Aqueles com comorbidades, como diabetes, cardiopatias e doenças renais crônicas, que representam maior risco de agravamento da doença, serão vacinados na fase 3. A última fase, que antes incluía os presos, agora prioriza professores, forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema carcerário.

Com portal do Holanda

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar