Polícia descobre esconderijo de Paulo Cupertino fora do Brasil

A polícia descobriu um imóvel usado como esconderijo por Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel, na zona rural da cidade de Liberação, no Paraguai, a três horas de carro da capital Assunção. De acordo com testemunhas, Cupertino, que está foragido há mais de um ano, teria passado cerca de 15 dias no local.

Uma denúncia feita por Whatsapp da Record TV indicou que o Cupertino teria se dirigido ao local. O denunciante indicava que ele estava em uma fazenda, trabalhando com plantação de soja. O local descoberto seria a casa de um fazendeiro que teria dado abrigo a um dos criminosos mais procurados da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Cupertino já não estava mais lá na chegada da polícia.

O fazendeiro brasileiro que é proprietário do local está sendo investigado. A polícia apura se é dele o avião que transportou o foragido de Mato Grosso Sul até o Paraguai. O piloto, Alfonso Heisfeintein, seria funcionário deste fazendeiro.

No momento em que foi abordado pela polícia, quando o esconderijo foi estourado, o fazendeiro ficou mto exaltado. Ele disse que não sabia onde estava o foragido. No entanto, quando procurado diretamente pelo diretor do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) de São Paulo, Fabio Pinheiro Lopes, o fazendeiro mudou de versão, dizendo que, se Cupertino esteve na fazenda, ele não ficou sabendo. A polícia acredita que o fazendeiro esteja acobertando Cupertino e que entender o motivo.

O fazendeiro é natural do Rio Grande do Sul, mora no Paraguai há cerca de 35 anos e possui outras propriedades no departamento de São Pedro.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar