Casal invade residência, agride mãe e sequestra criança de 3 anos

A DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Palhoça, na Grande Florianópolis, investiga o caso da menina Fabíola, de apenas 3 anos, que foi raptada na noite de sexta-feira (18), em Palhoça, na Grande Florianópolis.

Nesta manhã de sábado (19), a delegada responsável pelo caso, Raquel Freire, informou ao ND+ que apurava os detalhes sobre o desaparecimento da menina.

A menina foi raptada de dentro de casa por volta das 21h no bairro Pacheco, segundo informou o comandante da PM (Polícia Militar) de Palhoça, Rodrigo Dutra. Ainda conforme o comandante, a mãe foi agredida com uma paulada e ficou semiconsciente. Os vizinhos relataram à polícia que teriam visto um casal chegando na casa em um Gol, de cor branca.

“A PM está a campo auxiliando a Polícia Civil com mais detalhes sobre o caso. O que se sabe até o momento é que a mãe não possui histórico de briga familiar, não tem envolvimento com tráfico de drogas e que trata-se de uma família que vive em área de vulnerabilidade social. A DIC de Palhoça trabalha no caso”, informou o comandante Dutra.

Ainda segundo o comandante da PM, informações dão conta de que, nas semanas anteriores ao sequestro, alguém teria tentado oferecer doces à menina. Porém, ainda não se sabe se essa pessoa estaria envolvida no caso.

A mãe estava sozinha com a menina em casa quando o rapto aconteceu. Ela precisou ser encaminhada ao hospital para atendimento médico em razão da pancada que recebeu na cabeça. G1

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar