“Deus te deu vários dons”, diz Calabresa a Melhem em novos prints picantes

Para embasar o processo que move contra Dani Calabresa por calúnia e difamação, Marcius Melhem anexou vários prints de conversas que teve com a humorista ao longo da trajetória de convivência dos dois. A partir das imagens, a defesa sustenta que “a relação entre as partes, para além do aspecto profissional, sempre foi pautada por respeito, admiração e companheirismo (…). De tais mensagens, de conteúdo informal, jocoso e por vezes íntimo, se extrai a tônica que sempre norteou a relação profissional e pessoal entre ambos”.

Em um dos diálogos, que aconteceu no dia 1º de junho de 2017, os dois falavam sobre uma foto íntima que Dani teria mostrado ao autor do processo. “Ahahahhahaha mostrei sem você pedirrrr”, escreveu a humorista na mensagem. Marcius replicou: “Mostrou e eu lembro de cada detalhe”. “O tom jocoso e íntimo era constante no tratamento entre ambos. Entre Autor e Ré eram comuns as brincadeiras, inclusive de natureza sexual. Mas nada aí havia de constrangedor, abusivo ou imposto”, sustenta a defesa.

Em 29 de junho de 2017, Dani agiu com naturalidade após ser chamada de gostosa e talentosa. Noutra troca de mensagens, ainda mais íntima, do dia 2 de dezembro de 2017, a humorista e Melhem conversaram novamente. Em tom de piada, ela enalteceu os dotes físicos do colega. O documento mostra diversos momentos descontraídos entre os dois. Por exemplo, um diálogo em que Dani parabeniza o ator pela sua promoção a Diretor de Humor da Rede Globo.

“Tais manifestações, com efeito, se davam no âmbito da livre esfera de vontade de dois adultos, solteiros, maiores e capazes. Sob essa ótica nada há a ser recriminado ou censurado; frise-se, não sendo cabíveis quaisquer juízos de valor a respeito”, diz o processo.

Marcius Melhem pede a quantia de R$ 200 mil como indenização por calúnia e difamação. Além disso, a defesa quer que Dani arque com todos os valores desembolsados por Marcius para terapias realizadas após a retaliação sofrida pelo cliente. De acordo com a ação judicial, o ex-diretor da Globo gastou R$ 46.400 com psicólogos. Portanto, o total do montante é de R$ 246.400.

Segundo o processo, as acusações teriam partido de Dani após um projeto que ela apresentaria ter sido cancelado. O documento protocolado pela equipe jurídica de Melhem afirma que logo depois disso, um desentendimento profissional aconteceu entre os dois humoristas. com https://www.metropoles.com

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar