William Bonner desmente Bolsonaro sobre interferência do STF no combate à Covid: ‘Não é verdade’

A edição desta sexta-feira (15) do Jornal Nacional, da Globo, levou aos telespectadores uma explicação a respeito de falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre ter sido impedido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) de atuar enquanto chefe do governo no combate à pandemia de Covid-19.

Bolsonaro disse em entrevista à Jovem Pan, hoje mais cedo, que o STF tirou responsabilidade do governo federal em relação às medidas de enfrentamento ao novo coronavírus no país. Ele deu a resposta ao ser questionado sobre a situação de Manaus, cujo sistema de saúde enfrenta um colapso – inclusive com a falta de tanques de oxigênio.

O presidente disse que “poderia estar participando mais ativamente”, diante da situação na capital do Amazonas, mas que, no entanto, foi “proibido pelo STF”. Ele citou o prefeito de São Paulo, João Dória, ao falar do assunto. “Ele [Dória] pega tudo de ruim que acontece e coloca no meu colo, mas não diz que o STF fez um equívoco ao tirar a responsabilidade do governo federal [sobre as medidas de combate à Covid]”, disse em um trecho.

Jornal Nacional

Na abertura do Jornal Nacional, uma reportagem mostrou o tamanho do problema vivido por Manaus diante da onda crescente de casos de Covid. Depois que a matéria foi exibida, o âncora William Bonner comentou as declarações do presidente.

“Numa entrevista agora há pouco à rádio Jovem Pan, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que foi impedido de agir mais ativamente contra a pandemia, por que desde abril do ano passado foi proibido pelo STF. Não é verdade”, disse Bonner.

“O STF apenas reconheceu a competência de governadores e prefeitos pra tomar providências no combate ao coronavírus, com a finalidade de evitar a disseminação da doença, sem tirar poder do governo federal. Os ministros entenderam que as ações devem ser coordenadas entre as três esferas de poder”, completou o jornalista.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar