Vereador Dr. Jairinho e mãe do menino Henry são presos no Rio de Janeiro

Investigados pela morte de Henry Borel, de 4 anos, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva e o vereador carioca Dr. Jairinho (Solidariedade-RJ), mãe e padrasto do menino, respectivamente, foram presos na manhã desta quinta-feira (8), em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

O casal foi detido por policiais da 16ª DP, da Barra da Tijuca, para onde foram levados, após a juíza Elizabeth Louro Machado, do II Tribunal do Júri da Capital, expedir mandados de prisão temporária por 30 dias.

Os agentes civis monitoravam a residência do casal desde a última segunda-feira (6). Nesta quinta-feira, a polícia descobriu que eles não dormiram na casa.

VIOLÊNCIA

Segundo as investigações, Henry era agredido pelo vereador com bandas, chutes e pancadas na cabeça. Monique tinha conhecimento da violência desde o dia 12 de fevereiro, pelo menos.

A criança foi encontrada morta no dia 8 de março dentro do próprio quarto em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, no Rio.

Henry foi levado ao hospital após ser achado pela mãe e pelo padrasto Dr. Jairinho. O menino chegou na unidade de saúde sem vida, com hemorragia interna, laceração hepática, contusões e edemas. G1

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar