Atriz em estado grave com Covid comparou vacinação com estupro

Apesar da comprovação da eficácia da vacina contra a Covid-19, muitas pessoas ainda resistem aos imunizantes, sejam elas anônimas e até famosas. 

É o caso da atriz Elizangela, de 67 anos, que protagonizou inúmeros papéis marcantes em novelas da Globo. Ela teve que ser internada na última quinta-feira (20), por causa de sequelas respiratórias da Covid-19.

A atriz não tomou nenhuma dose das vacinas disponíveis contra a doença. Elizangela, inclusive, já fez publicações contra a imunização nas redes sociais.  

Os testes recentes de Elizangela apontaram que ela já não está mais com o coronavírus. No entanto, as sequelas da doença prejudicaram o sistema respiratório e, por isso, ela permanece no Centro de Terapia Intensivo nesta sexta-feira (21).

De acordo com a assessoria de imprensa da atriz, ela é “rebelde” e se recusou a tomar a vacina. Segundo a Prefeitura de Guapimirim, Elizangela já tinha ido até a unidade médica na semana passada com mal estar. Ela foi atendida, recebeu medicamento e acabou liberada no mesmo dia. Mas, na quinta (20), voltou ao hospital em estado mais grave e foi encaminhada para o CTI.

No final de 2020, a atriz foi duramente criticada nas redes sociais após comparar a vacinação obrigatória com o estupro. Elizangela postou a imagem de um braço prestes a receber a injeção com os dizeres “penetração sem consentimento é estupro”. Ela ainda incluiu o lema feminista “meu corpo, minhas regras” na legenda.

com DOL   

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.