Bolívia quer ajuda do Brasil para investigar atuação de Bolsonaro no golpe contra Evo Morales

O governo da Bolívia quer ajuda do novo governo brasileiro para investigar a atuação de Jair Bolsonaro no golpe de estado contra Evo Morales, que colocou Jeanine Añez, hoje, presa no poder. “Cada vez tenho menos dúvidas de que há uma relação entre o golpe de Estado na Bolívia e ações de Bolsonaro“, Arce, em entrevista à Folha de S. Paulo. “Ao companheiro Lula, queremos mostrar todas as hipóteses que levantamos e que fomos documentando durante todo esse tempo. Esperamos que o Brasil, com Lula, possa colaborar mais do que o governo anterior. Falta informação do lado de cá [do Brasil] para confirmar nossas suspeitas”, acrescentou.

“Entre os indicativos, Arce mencionou suspeitas sobre voos do avião presidencial de Jeanine Áñez, que tomou o poder, ao Brasil. O caso foi divulgado pelo jornal argentino Pagina 12, em junho de 2020.

A reportagem, que diz ter obtido dados da empresa Flightware, relata a presença da aeronave presidencial da Bolívia na madrugada do primeiro dia do golpe, em 11 de dezembro de 2019. A publicação também diz ter observado registros de 25 voos ao Brasil entre 11 de novembro de 2019 e 8 de maio de 2020. Houve passagens, inclusive, por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus”, aponta ainda reportagem da Carta Capital.brasil247.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.