Bombeiros confirmam cinco mortos e 20 desaparecidos em cânion de Furnas

Feridos foram levados para hospitais da região; Marinha interditou área do acidente

Testemunhas filmaram o momento do desabamento

O desabamento de uma rocha dos cânions de Capitólio, em Furnas, deixou cinco pessoas mortas neste sábado (8), confirmou o Corpo de Bombeiros. A identificação das vítimas ainda não foi informada. Em coletiva, o coronel Edgard Estevo confirmou que trabalha com a possibilidade de 20 pessoas ainda estarem desaparecidas. 

As buscas com mergulhadores serão interrompidas durante a noite e retomadas na manhã de domingo (9). Enquanto isso, os investigadores levantam informações com testemunhas, moradores e agências de turismo da região para verificar a identificação das pessoas que estão desaparecidas. 

Uma tromba d´água na parte alta da represa provocou o deslizamento de parte do cânion, e três lanchas foram atingidas: a primeira delas, que estava mais perto do paredão, foi coberta por rochas. Duas delas afundaram. 

Além dos cinco mortos e 20 desaparecidos, foram atendidos três pacientes na Santa Casa de Passos, quatro na Santa Casa de São João da Barra, dois na Santa Casa de Piumhi e 23 atendidos e liberados na Santa Casa de Capitólio.

Cada uma das três lanchas levava cerca de 12 banhistas. A Marinha foi acionada e interditou o trecho que fica no lago de Furnas, a 293 km de Belo Horizonte.

Vídeos feitos por turistas que estavam nas  embarcações mostram o momento em que o paredão descola de uma rocha no cânion. A pedreira, de grandes proporções, atinge embarcações que estavam na água.

O coordenador da Defesa Civil Nacional, coronel Alexandre Lucas, em entrevista à repórter Edilene Lopes, defendeu a interrupção dos passeios na área onde ocorreu o desastre.

“É importante lembrar que esse foi um acidente pontual. É preciso interromper os passeios naquela área exposta”.

Via @itatiaiaoficial

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.