Cadela morre esfaqueada por feirante após pegar pedaço de carne

Um comerciante foi preso em flagrante suspeito de esfaquear uma cadela na feira de Delmiro Gouveia, município localizado na região do Sertão alagoano, nessa segunda-feira (23). O motivo da agressão, segundo testemunhas, foi um pedaço de carne que a cadela pegou para se alimentar. O animal foi socorrido e recebeu cuidados veterinários, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.
Vídeos que circulam nas redes sociais mostram que a cadela ficou muito ferida e teve as vísceras expostas após a agressão. Algumas pessoas que testemunharam o crime ainda juntaram-se para custear uma cirurgia para a cadela, mas sem sucesso.

“Ele já está detido e vai responder por crime de crueldade com animais. Há provas e testemunhas suficientes para atestar o crime e, conforme a recente mudança na legislação, ele pode pegar de um a cinco anos de prisão”, frisou o delegado Rodrigo Cavalcante, que está responsável pelo caso.

O comerciante está preso na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia e segue à disposição da justiça. No ano passado, foi sancionada a “Lei Sansão”, que endurece as penas para quem mutilar, machucar ou praticar crimes contra animais domésticos e silvestres. Com a nova lei, agressores podem pegar até cinco anos de prisão e ainda pagar multa. A lei anterior previa apenas detenção de três meses a um ano. UOL

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.