Casal é impedido de se vacinar com camisa contra Bolsonaro

“A segunda dose da vacina nos livra da Covid-19. O que nos livrará dos ‘Bolsovírus’ será o impeachment ou o seu voto em 2022.” Com essa frase estampada na camiseta, o professor Luiz Carlos de Oliveira, 61, e a pedagoga Dirlene de Oliveira, 61, foram ao posto nesta segunda-feira (12) para receber o imunizante.

Na primeira dose, em abril, a camiseta era mais direta: “Vacina sim, Bolsonaro fora”, mas o casal conseguiu tomar a AstraZeneca no quartel do Corpo de Bombeiros na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Dessa vez, no entanto, ouviram de um soldado que não poderiam ser imunizados fazendo protesto político.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar