Com um grande “decotelli”, Rita Lobo vira rainha do deboche político na web

Rita Lobo é um dos hits da quarentena, com suas receitas e a ajuda que tem dado para os cozinheiros de primeira viagem. No entanto, surpreendendo alguns, a cozinheira tem mostrado um novo lado nas redes sociais: virou a rainha do deboche político.

Política, é fato, está em tudo. Inclusive na alimentação – uma das bandeiras da apresentadora do Cozinha Prática sempre foi estimular comidas saudáveis, causa pela qual ela milita há bastante tempo.

A diferença, agora, é que Rita Lobo entrou para valer na política real, aquela do dia a dia, das notícias. E escolheu o bom humor como sua principal arma.

A mais recente postagem faz críticas ao (ainda) futuro ministro da Educação Carlos Alberto Decotelli. Ele é acusado de ter mentido o currículo, colocando um título de doutorado não concluído. Nesta terça (30/06), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) o desmentiu, afirmando que ele não foi professor da instituição.

No Twitter, Rita Lobo ironizou: “Olha que lindo o decotelli desse vestido que usei na minha formatura em Harvard! O diploma do pós-doc na LSE, em home economics, ainda não fui buscar, em função da pandemia”.

No domingo (28/06), quando se comemorou o Dia do Orgulho LGBTIQA+, Rita fez um post usando as comidas para montar as cores do arco-íris.

O deboche voltou a ser prática no dia da prisão de Fabrício Queiroz. Apontado como laranja de Flávio Bolsonaro (Podemos-RJ), o ex-policia militar foi homenageado por Rita com uma série de receitas com laranja: de bolo a salada.

Os comentários dos seguidores têm, em sua maioria, dado apoio as escolhas de Rita. “O deboche, meu pai”, disse uma usuária. “Sempre admirei o seu trabalho! Gosto de incorporar suas lições na minha cozinha. E não posso deixar de dizer que estou adorando o seu deboche!”, afirmou outro. com https://www.metropoles.com

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar