Deputada vai à polícia contra homem que se fantasiou de goleiro Bruno

A deputada estadual do Amazonas Joana Darc (PL) disse nesta 3ª feira (2.nov) que vai denunciar um homem que viralizou nas redes sociais ao participar de uma festa de Halloween com uma fantasia em alusão ao ex-goleiro Bruno Fernandes.

“Como mulher, me senti tão mal e ofendida ao ver isso. Revoltante! Isso não é fantasia de Halloween, isso é apologia a um crime cometido contra uma mulher que foi estrangulada, esquartejada e morta. Que horror! Não podemos nos calar, mulheres!”, escreveu nas redes sociais a parlamentar, que integra a Comissão de Defesa das Mulheres da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Na publicação, Joana Darc diz que está “denunciando e representando às autoridades”. Em entrevista ao portal Uol, ela informou ter registrado Boletim de Ocorrência na Polícia e afirmou que vai entrar com representação contra o homem no Ministério Público.

Homem fantasiado de Bruno: ex-goleiro foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, em 2010 | Reprodução

A deputada estadual do Amazonas Joana Darc (PL) disse nesta 3ª feira (2.nov) que vai denunciar um homem que viralizou nas redes sociais ao participar de uma festa de Halloween com uma fantasia em alusão ao ex-goleiro Bruno Fernandes.

“Como mulher, me senti tão mal e ofendida ao ver isso. Revoltante! Isso não é fantasia de Halloween, isso é apologia a um crime cometido contra uma mulher que foi estrangulada, esquartejada e morta. Que horror! Não podemos nos calar, mulheres!”, escreveu nas redes sociais a parlamentar, que integra a Comissão de Defesa das Mulheres da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Na publicação, Joana Darc diz que está “denunciando e representando às autoridades”. Em entrevista ao portal Uol, ela informou ter registrado Boletim de Ocorrência na Polícia e afirmou que vai entrar com representação contra o homem no Ministério Público.

Na fantasia em questão, o homem aparece de costas, vestindo uma camisa do Flamengo, com um papel escrito “Bruno”, e carrega um saco de lixo onde se lê “Eliza”. O ex-goleiro foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, em 2010. O corpo, porém, nunca foi encontrado. Uma das hipóteses levantadas pela polícia é de que os restos mortais tenham sido dados como comida para cachorros.

A foto viralizou nas redes sociais, com várias pessoas repudiando a atitude do homem. A imagem foi publicada nos stories da casa noturna Porão do Alemão, localizada em Manaus. Após a repercussão, o perfil apagou a postagem e se desculpou dizendo que “não compactua com apologia a qualquer crime, inclusive feminicídio”.

“A foto foi postada pelo nosso estagiário que tem 20 anos de idade. O crime foi há cerca de 11 anos. Foi alegado desconhecimento, e a nossa moderação, imediatamente ao ver a foto, apagou e advertiu o responsável. Pedimos publicamente desculpas pelo ocorrido. O funcionário em questão foi temporariamente afastado”, disse o estabelecimento.

O homem teria sido identificado como tatuador. O estúdio no qual ele trabalhava informou, também pelas redes sociais, seu afastamento. Porém, tanto o perfil do estúdio quanto o do homem foram desativados. UOL

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.