Desesperado, após ver 2 filhos mortos soterrados, pai tenta tirar a própria vida

As fortes chuvas que atingiram a região Sul do estado da Bahia, deixaram dezenas de cidades devastadas. As imagens de tanta destruição não conseguem mostrar o desespero e o sofrimento de pessoas que perderam tudo que levaram uma vida toda para conquistar.

Além dos danos materiais a perda de vidas é o que realmente pode dimensionar o tamanho desta tragédia que recaiu sobre o Sul do estado da Bahia.

Pontes e estradas destruídas, milhares de casas inundadas, milhares de pessoas desabrigadas, plantações submersas, pessoas ilhadas, animais arrastados pelas correntezas, pessoas que perderam a vida, este é o cenário de algumas cidades, como por exemplo, Nova Alegria, Itamaraju e Jucuruçu, vivem a pior enchente dos últimos 35 anos.

De acordo com as informações repassadas pelo portal de notícias online, ‘TNH1’, do grupo ‘R7’, até mesmo o governo da Bahia ainda não tem informações corretas sobre o estrago causados em mais de 24 municípios.

Acredita-se que pelo menos 200 mil pessoas foram atingidas pelas tempestades, populares desesperados, pedem ajuda nas redes sociais para famosos e digitais influencers, já que ajuda oficial ainda não chegou à todas as localidades atingidas.

A fotógrafa Raissa Rangel, de 22 anos, conta que o pesadelo em Itamaraju, em apenas 10 dias choveu cerca de 527mm na região.

“Ficamos desesperados, um medo de perder tudo gigante. A minha prima ficou completamente ilhada em Jucuruçu, teve que tirar a família do prédio fazendo um bote com um colchão. Já eu, como moro na parte alta, não vivi isso, mas minhas paredes estão todas molhadas e a gente fica apreensivo com a estrutura da casa”, contou Raissa.

Ainda segundo a fotógrafa, uma das notícias mais tristes que recebeu foi de que um pai que perdeu os dois filhos soterrados tentou tirar a própria vida diante de tamanho desespero.

O homem foi socorrido e passa bem, ele ainda está em choque e a única coisa que fala repetidamente é que carregou a filha sem vida nos braços.

“Ele estava na casa na hora, não deu detalhes porque está muito abalado, mas só disse que não queria mais viver porque encontrou a filha nos escombros e carregou nos braços”, revelou a jovem fotógrafa. Via: tnh1.com.br

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.