Motorista de app é esfaqueado em assalto e dirige por 4 km até UPA

Um motorista de aplicativo foi esfaqueado após reagir a uma tentativa de assalto de um passageiro no bairro Dona Clara, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, durante a madrugada de sexta-feira (29). Mesmo após os golpes, a vítima ainda conseguiu dirigir por cerca de 4 km até uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde foi atendido.

Imagens do circuito interno de segurança mostram o suspeito aguardando a chegada do condutor, Roberto de Sousa Rocha, de 33 anos. A corrida havia sido solicitada por uma mulher, mas o motorista aceitou que o homem embarcasse. Durante o trajeto, o suspeito pegou uma faca e deu dois golpes no pescoço e na barriga da vítima, que lutou com o criminoso e acabou sendo atingido mais três vezes. Após as agressões, o suspeito fugiu do local.

https://player.r7.com/video/i/617d80efcd77c07002003320

Mesmo ferido, o motorista conseguiu dirigir por 4 km até a UPA Norte, no bairro Novo Aarão Reis. Após chegar ao local, a vítima sofreu duas paradas cardiorrespiratórias e desmaiou. Por conta da gravidade dos ferimentos, Rocha precisou ser transferido para o Hospital Risoleta Neves, na região Norte, onde está internado em estado grave.

O suspeito do crime foi preso pelos policiais cerca de 12 horas depois, na tarde desta sexta. A tia da vítima, Anamar Pereira Rocha, torce pela recuperação do sobrinho e pede mais atenção das plataformas de corrida.

— O Roberto tá noivo, trabalhando muito para pagar o carro. Ele corre atrás, luta muito, vai sair dessa. Os aplicativos precisam proteger essas pessoas que dão suporte para eles. Os motoristas não possuem nenhuma defesa.

Outro lado

Em nota, a Uber lamentou o caso e informou que todas as viagens na plataforma são cobertas por um seguro para acidentes pessoais. A empresa informou que a conta usada para solicitar a viagem foi desativada. R7

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.