Pastor agride filha de 2 meses até deixá-la cega e paraplégica

Um pastor foi preso acusado de espancar a filha de 2 meses até deixá-la cega, paraplégica e com várias lesões graves.

O religioso foi capturado quando seguia para uma igreja, localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro, no último dia 14 de junho.

O pastor identificado como Rogério Chaves da Silva, de 31 anos, mais conhecido como Pastor Rogerinho, estava sendo procurado pela Polícia Civil, desde o ano de 2016 quando cometeu o crime.

Segundo as investigações realizadas pela Polícia Civil da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA-Niterói), Rogério Chaves, agrediu a filha de maneira brutal, de apenas 2 meses de idade.

Segundo o que consta no processo que corre na Justiça, a bebê recém-nascida, sofreu lesões gravíssimas e que são permanentes para toda a vida, como a cegueira, paraplegia e problemas cognitivos.

O pastor se manteve foragido durante todo o processo e nenhuma vez compareceu ao juízo. Rogério Chaves da Silva, passou a viver no interior do Complexo da Maré o que dificultou o trabalho dos agentes de segurança.

Neste tempo em que esteve vivendo no Complexo da Maré, Rogério Chaves da Silva, onde atuou como pastor e pregou em diversos cultos evangélicos em templos religiosos daquela comunidade e vivia como se não devesse absolutamente nada a Justiça.

O pastor foi detido e encaminhado para um presídio onde está à disposição da Justiça. Não há informações sobre o estado de saúde da criança na atualidade.https://minutoinfo.com/

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.