Professor que estava desaparecido há quatro dias é encontrado morto na Avenida dos Africanos, em São Luís MA

O professor e artesão Carlos Cláudio Campelo Cunha, de 64 anos, que estava desaparecido há quatro dias, foi encontrado morto, na manhã desta terça-feira (21/09), em uma área de mato, às margens da Avenida dos Africanos, em São Luís.

Carlão, como era conhecido, foi visto pela última vez na última quinta-feira (16/09). Ele desapareceu após ter saído de casa, nas imediações da Avenida dos Africanos.

Ele saiu sem que ninguém percebesse. A família acreditava que ele havia saído para ir a uma feira ou ao supermercado. Horas após o ocorrido, a família percebeu que se tratava de um desaparecimento.

Câmeras de segurança registraram o momento em que ele saiu de casa. Ele usava uma calça e camisa escura, uma bolsa e uma máscara branca.

Carlos Cunha tinha diabetes e precisava tomar insulina. A família temia que ele ficasse desorientado e sem se alimentar.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), que revelará a causa da morte do professor.

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar