‘Te amo tanto que até dói’, diz grávida antes de ser morta a tiros pelo marido

Uma grávida de seis meses, de 33 anos, fazia declarações de amor para o marido nas redes sociais, dias antes de ser morta por ele, na noite desta sexta-feira (13/08), em Nova Friburgo/RJ. As informações são do O Dia.

A mulher, que era juíza de paz, publicava mensagens de carinho para o companheiro em datas comemorativas, como o Dia dos Namorados, celebrado em 12 de junho, e o Dia dos Pais, comemorado no domingo passado.

Na última ocasião, Nahaty escreveu no Instagram: “Meu amor, feliz dia dos pais!!”. “Nesses 6 meses do nosso pacotinho eu só tenho amor, gratidão e certeza de que nossa filha tirou a sorte grande em te ter como PAI!!”. 

A vítima desejou feliz aniversário no dia (23/05) para o companheiro, com o recado: “Te amo tanto que dói!!”. E acrescentou: “Obrigada por fazer de mim uma pessoa melhor! Obrigada por todos os dias me fazer gargalhar, e obrigada por ser meu melhor amigo, meu marido e eterno namorado!”. 

Já no Dia dos Namorados, Nahaty começou a postagem dizendo que a data é “um dia a mais para darmos valor a quem temos ao nosso lado!!”. “Meu marido é, e sempre será meu eterno namorado, pois buscamos cultivar sempre momentos leves, alegres, românticos, únicos! Casamento é bom demais, pq vc pode ter seu namorado (ou namorada) pertinho o tempo todo… o meu conselho para cada um é que nunca se esqueçam de aproveitar cada momento ao lado de quem se ama!”, finalizou. 

Grávida de seis meses, uma mulher de 33 anos, e a mãe dela, de 67, foram assassinadas a tiros na noite desta sexta-feira (13/08), no bairro do Cônego, em Nova Friburgo/RJ. O suspeito do crime é o marido da gestante. Durante a ação, o sogro foi baleado na boca e está internado em hospital.

O suspeito Ricardo Pinheiro Jucá foi autuado em flagrante por duplo homicídio – cometido contra a companheira e a sogra – e pela tentativa de homicídio contra o sogro. com O Dia

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar