Tragédia: enfermeiro tira a própria vida após perder mãe para covid-19

No último dia (28), por não aguentar perder sua mãe para covid-10, o enfermeiro Marcone César Tabosa, de 32 anos, tirou a própria vida.

O enfermeiro atendia no Hospital das Clínicas, em Pernambuco, onde trabalhava como chefe da Unidade de Blocos Cirúrgicos, desde 2015. Ele se jogou do 10º andar do prédio em que morava.

A mãe de Marcone faleceu alguns dias antes do filho tirar a própria vida, devido complicações do novo coronavírus.

O Hospital das Clínicas emitiu uma nota de pesar, lamentando o ocorrido.

“A comunidade do Hospital das Clínicas da UFPE lamenta e se consterna com o falecimento do enfermeiro e chefe da Unidade de Blocos Cirúrgicos, Marcone César Tabosa Assunção, de 32 anos, ocorrido na terça-feira (28). Profissional competente e comprometido com o serviço público e com as pessoas, César (como era chamado pela maioria dos amigos e colegas) era um ser humano amável, cordial e em constante evolução e busca por conhecimento”.

César era aluno do Doutorado em Economia da Saúde do Programa de Programa de Pós-Graduação em Gestão e Economia da Saúde (PPGGES) da UFPE, pelo qual também concluiu o mestrado com a temática das Práticas Integrativas Complementares. Formou-se na graduação pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). com https://portaldacapitalam.com.br

Leave a Reply

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.